left lapel  
bow tie


Receitas para Solteiros

Receitas de alimentação para pessoas que vivem só.


Quinta-feira, Julho 30, 2009
 
000




Quinta-feira, Junho 04, 2009
 
A Abóbora
Um segredinho revelado em [1].

Alguns anos atrás, um ex-professor meu me mostrou uma análise de sangue; o que eu vi me deixou impressionado. Os cinco principais parâmetros do sangue, ou seja: uréia, colesterol, glicemia, lipídeos e triglicerídeos apresentavam valores que, em muito excediam os níveis permitidos.

Comentei que a pessoa com aqueles índices já deveria estar morta ou, se estava viva, isto seria apenas por teimosia. O professor, então, mostrou o nome do paciente que, até então, tinha sido ocultado pela sua mão. O paciente era ele mesmo!

Fiquei estupefato! E comentei: "Mas como? E o que você fez?". Com um sorriso, ele me apresentou a folha de uma outra análise, dizendo: "Agora, olhe esta, compare os valores dos parâmetros e veja as datas".

Foi o que eu fiz. Os valores dos parâmetros estavam nitidamente dentro das faixas recomendadas, o sangue estava perfeito, impecável, mas a surpresa aumentou, quando olhei as datas; a diferença era de apenas um mês (entre as duas análises da mesma pessoa)!


Perguntei: "Como conseguiu isso? Isso é, literalmente, um milagre!" Calmamente, ele respondeu que o milagre se deveu a seu médico, que lhe sugeriu um tratamento obtido de outro médico. Este tratamento foi utilizado por mim mesmo, várias vezes, com impressionantes resultados. Aproximadamente, uma vez por ano, faço análise de meu sangue e, se algum dos parâmetros estiver apresentando tendência ao desarranjo, volto imediatamente a repetir esse processo. Sugiro que você o experimente.

Aqui está o SEGREDO:
Semanalmente, por 4 semanas, compre, na feira ou em supermercado, pedaços de abóbora. Não deve ser a abóbora moranga e sim a abóbora grande, que costuma ser usada para fazer doce.

Diariamente, tire 100 gramas da casca da abóbora, coloque os pedaços no liquidificador, junto com água (SÓ ÁGUA!), e bata bem, fazendo uma vitamina de abóbora com água.

Tome essa vitamina em jejum, quinze a vinte minutos antes do desjejum (café da manhã). Faça isso durante um mês, toda vez que o seu sangue precisar ser corrigido. Poderá controlar o resultado, fazendo uma análise antes e outra depois do tratamento com a abóbora.

De acordo com o médico, não há qualquer contra-indicação, por tratar-se apenas de um vegetal natural e água (não se usa açucar!).

O professor, excelente engenheiro químico, estudou a abóbora para saber qual ou quais ingredientes ativos ela contém e concluiu, pelo menos parcialmente, que nela está presente um solvente do colesterol de baixo peso molecular, o colesterol mais nocivo e perigoso.

Durante a primeira semana, a urina apresenta grande quantidade de colesterol LDL (de baixo peso molecular), o que se traduz em limpeza das artérias, inclusive as cerebrais, incrementando, assim, a memória da pessoa.

Há apenas um inconveniente: o sabor da abóbora crua não é muito agradável! Nada mais. Se for o seu caso, experimente e constatará o resultado.

Porém, há um detalhe importante: nem a abóbora, nem a água poderão ir para a geladeira, porque a refrigeração destrói os ingredientes ativos da vitamina. Esta é a razão de ter que comprar, semanalmente, a abóbora, pois, fora da geladeira, ela se estraga rapidamente.

Referência:
[1] Salvatore de Salvo e Mara Teresa de Salvo, Novos Segredos da Boa Saúde, Editado pela Biblioteca 24x7 [ www.biblioteca24x7.com.br ], São Paulo-SP, novembro 2008.





Sexta-feira, Maio 08, 2009
 
03.06.2008
Arroz com Berinjela e Amêndoas
Rendimento: 5 porções
Tempo de Preparo:
30 minutos
Ingredientes
4 colheres (sopa) de creme vegetal BECEL azeite de oliva
1 cebola pequena picada
1 xícara (chá) de arroz lavado e escorrido
1 berinjela pequena cortada em cubos pequenos
2 xícaras (chá) de água fervente
1 colher (chá) de sal
3 colheres (sopa) de amêndoas em lascas torradas

Modo de Preparo
1- Em uma panela, aqueça 2 colheres (sopa) de creme vegetal BECEL azeite de oliva em fogo médio e refogue a cebola.
2- Junte o arroz e a berinjela e refogue por mais 3 minutos.
3- Junte a água e o sal. Tampe a panela e cozinhe por 20 minutos ou até secar o líquido.
4- Acrescente o restante do creme vegetal BECEL azeite de oliva e misture delicadamente.
5- Coloque em uma travessa e espalhe as amêndoas. Sirva em seguida.
02.03.2007
Arroz integral com cenoura, cogumelo e cebolinha
Rendimento: 4 porções
Tempo de Preparo:
1 hora
Ingredientes
Meia xícara (chá) de creme vegetal DORIANA oliva
1 cebola pequena picada
1 xícara (chá) de arroz integral
4 xícaras (chá) de água fervente
Meia colher (chá) de sal
1 cenoura média ralada no ralo grosso
100 g de cogumelo fatiado
3 colheres (sopa) de cebolinha picada

Modo de Preparo
1- Em uma panela média, junte 2 colheres (sopa) do creme vegetal DORIANA oliva, a cebola e o arroz. Refogue em fogo alto por 1 minuto.
2- Acrescente a água fervente e o sal e cozinhe em fogo baixo, com a panela parcialmente tampada, por 40 minutos ou até o arroz ficar macio. Tampe a panela, retire do fogo e reserve por 10 minutos.
3- Em uma frigideira grande (18 cm de diâmetro), aqueça 2 colheres (sopa) do creme vegetal DORIANA oliva em fogo médio, junte a cenoura e o cogumelo. Refogue por 1 minuto. Retire do fogo e misture o restante do creme vegetal DORIANA oliva. Reserve.
4- Coloque o arroz em uma fôrma de furo central média (22 cm de diâmetro), pressione com as costas de uma colher e desenforme sobre uma travessa redonda. Cubra com o refogado reservado, salpique a cebolinha e sirva em seguida.
VARIAÇÃO
Se preferir, cubra com queijo parmesão ralado light.


30.9.2008
Bolinhos de erva-doce
Rendimento: 10 porções
Tempo de Preparo:
40 minutos
Ingredientes
1 xícara e meia (chá) de farinha de trigo
meia xícara (chá) de açúcar
1 colher (sopa) de fermento em pó
4 colheres (sopa) de creme vegetal BECEL
1 ovo
2 colheres (chá) de sementes de erva-doce
meia xícara (chá) de leite desnatado

CALDA
1 xícara e meia (chá) de água
meia xícara (chá) de açúcar
2 colheres (chá) de sementes de erva-doce

Para untar:
creme vegetal BECEL
farinha de trigo

Modo de Preparo
MASSA
1- Preaqueça o forno em temperatura média (180° C).
2- Unte e enfarinhe 10 fôrmas para empada médias (7 cm de diâmetro) e reserve.
3-Em uma tigela média peneire juntos a farinha de trigo, o açúcar e o fermento em pó. Junte o creme vegetal BECEL, o ovo, a erva-doce, o leite e misture com uma colher até que a massa fique homogênea.
4- Coloque duas colheres (sopa) da massa nas fôrmas reservadas, distribua em uma assadeira grande (40 x 28 cm) e leve ao forno por 20 minutos ou até que um palito, depois de espetado na massa, saia limpo. Retire do forno e deixe amornar.

CALDA
5- À parte coloque em uma panela média a água e o açúcar e deixe ferver. Adicione as sementes de erva-doce e cozinhe em fogo médio por 10 minutos ou até formar uma calda rala. Passe a calda por uma peneira fina e elimine as sementes.
6- Desenforme os bolinhos e coloque sobre um prato. Despeje a calda quente aos poucos sobre os bolinhos até umedecer toda a superfície. Sirva em seguida.


30.9.2008
Cestinhas recheadas com patê
Rendimento: 15 unidades
Tempo de Preparo:
1 hora e 10 minutos
Ingredientes
15 discos pequenos de massa para pastel
250 g de queijo tipo cottage
meia xícara (chá) de maionese HELLMANN'S Deleite
2 colheres (sopa) de dill fresco picado

Para decorar:
3 folhas de alface crespa picada
3 folhas de alface crespa escura picada

Modo de Preparo
1- Preaqueça o forno em temperatura média (180° C).
2- Forre com um disco de massa uma fôrma para empada média (7cm de diâmetro) e pressione o fundo e a lateral, formando uma cestinha. Repita a operação com o restante da massa e coloque as fôrmas em uma assadeira retangular grande (40 x 28 cm).
3- Leve ao forno por 15 minutos ou até começar a dourar. Retire do forno e reserve.
4- Em uma tigela média misture o queijo, a maionese HELLMANN'S Deleite e o dill até que fique homogêneo. Reserve na geladeira por 30 minutos.

MONTAGEM:
5-Forre as cestinhas com tiras de alface clara e alface escura e recheie com o patê reservado. Sirva em seguida.

VARIACÃO
Se preferir substitua o dill picado por 2 colheres (chá) de sementes de endro.

DICAS
O rendimento dessa receita é suficiente para 15 porções. Utilize logo após o preparo, para que não amoleçam.

Para facilitar seu trabalho você pode preparar as cestinhas com antecedência e conservar depois de frias em potes bem tampados, sem rechear. Recheie um pouco antes de servir.

30.9.2008
Bebida quente de erva-doce e melissa
Rendimento: 2 porções
Tempo de Preparo:
15 minutos
Ingredientes
2 xícaras (chá) de ADES original
2 colheres (sopa) de mel
1 colher (chá) de sementes de erva-doce
meia xícara (chá) de folhas de melissa

Modo de Preparo
1- Coloque em uma panela média o ADES original, o mel e a erva-doce. Deixe ferver em fogo baixo por 5 minutos.
2- Junte as folhas de melissa e ferva por mais 3 minutos. Retire do fogo, tampe a panela e reserve por 5 minutos.
3- Passe por peneira e retire as sementes e as folhas. Coloque em xícaras e sirva em seguida.

VARIACÃO
Você pode polvilhar canela em pó sobre a bebida antes de servir.

DICA
A melissa também é conhecida como erva cidreira ou cidreira de folha. Suas folhas são claras e delicadas.


30.9.2008
Bebida cremosa de laranja e capim cidreira
Rendimento: 2 porções
Tempo de Preparo:
15 minutos
Ingredientes
2 xícaras (chá) de ADES sabor laranja
meia xícara (chá) de capim cidreira
2 colheres (chá) de amido de milho MAIZENA®
2 colheres (sopa) de água

Modo de Preparo
1- Coloque em uma panela média o ADES sabor laranja e deixe levantar fervura. Junte o capim cidreira e ferva por mais 5 minutos. Retire do fogo, passe por peneira e retire o capim cidreira.
2- À parte dissolva o amido de milho MAIZENA® na água. Junte ao ADES sabor laranja peneirado e leve de volta ao fogo, mexendo sempre até ferver. Retire do fogo coloque em 2 xícaras e sirva em seguida.

DICA
Para servir bebidas quentes experimente colocar as xícaras em que vai servir, mergulhadas em água fervente, enquanto prepara as bebidas. Retire da água, seque as xícaras e coloque a bebida. Dessa forma a bebida permanecerá quente por mais tempo.

O capim cidreira é conhecido em algumas regiões do Brasil como capim limão, capim santo ou chá de estrada.





30.9.2008
Bombinhas de chocolate com recheio de coco
Rendimento: 35 unidades
Tempo de Preparo:
1 hora e 25 minutos
Ingredientes
MASSA
1 xícara (chá) de ADES sabor chocolate
2 colheres (sopa) de creme vegetal BECEL
3 colheres (sopa) de açúcar
1 xícara (chá) de farinha de trigo
3 ovos

RECHEIO
1 colher (sopa) de amido de milho MAIZENA®
1 xícara e meia (chá) de ADES original
4 colheres (sopa) de açúcar
1 xícara (chá) de coco ralado
2 colheres (sopa) de creme vegetal BECEL

COBERTURA
2 colheres (sopa) de amido de milho MAIZENA®
1 xícara (chá) de ADES sabor chocolate
2 colheres (sopa) de creme vegetal BECEL

Para untar:
creme vegetal BECEL

Para acondicionar:
forminhas de papel

Modo de Preparo
MASSA
1- Em uma panela pequena, junte o ADES sabor chocolate, o creme vegetal BECEL e o açúcar e leve ao fogo médio até ferver.
2- Adicione de uma só vez a farinha ao líquido fervente, mexendo sempre, até formar uma bola de massa. Coloque na tigela da batedeira e deixe amornar.
3- Ligue a batedeira na velocidade máxima e junte os ovos um a um. Bata por 3 minutos.
4- Preaqueça o forno em temperatura alta (220ºC).
5- Unte uma assadeira grande (40 x 28 cm).
6- Coloque a massa em um saco de confeitar com um bico de furo médio, pressione contra a assadeira e arraste para a lateral formando um cordão com 5 cm de comprimento. Faça as bombinhas uma ao lado da outra com pequeno espaço entre elas.
7- Leve ao forno por 15 minutos. Sem abrir o forno, abaixe para a temperatura média (180ºC) e asse por mais 10 minutos. Deixe esfriar.

RECHEIO
8- Em uma panela, dissolva o amido de milho MAIZENA® no ADES original.
9- Junte o açúcar e o coco e leve ao fogo médio, mexendo sempre, até engrossar.
10- Retire do fogo, acrescente o creme vegetal BECEL e misture até ficar homogêneo. Deixe esfriar.

COBERTURA
11- Em uma panela, dissolva o amido de milho MAIZENA® no ADES sabor chocolate e leve ao fogo médio, mexendo sempre até engrossar.
12- Retire do fogo, acrescente o creme vegetal BECEL e misture rapidamente até ficar cremoso. Deixe esfriar.

MONTAGEM
13- Corte as bombinhas ao meio no sentido do comprimento sem separar as partes e coloque o recheio preenchendo a cavidade que se forma dentro da massa cozida.
14- Feche-as, coloque-as nas forminhas de papel e arrume-as em uma travessa. Distribua a cobertura entre elas e sirva em seguida.

30.9.2008
Espaguete com frango, cenoura e ervilha
Rendimento: 6 porções
Tempo de Preparo:
25 minutos
Ingredientes
3 colheres (sopa) de creme vegetal BECEL
meia cebola pequena picada
300 g de peito de frango cortado em cubos pequenos
4 colheres (sopa) de extrato de tomate ELEFANTE
1 tomate médio, sem pele e sem sementes, picado
1 cenoura pequena ralada no ralo grosso
1 colher (chá) de sal
2 colheres (sopa) de amido de milho MAIZENA®
1 xícara (chá) de ADES original
1 lata de ervilha escorrida
2 colheres (sopa) de salsinha picada
meio pacote de macarrão tipo espaguete (250 g)

Modo de Preparo
1- Aqueça 1 colher (sopa) de creme vegetal BECEL em fogo médio e refogue a cebola. Junte o frango e refogue até dourar.
2- Adicione o extrato de tomate ELEFANTE, o tomate, a cenoura e o sal e refogue por mais 3 minutos.
3- Dissolva o amido de milho MAIZENA® no ADES original e junte ao refogado, mexendo sempre, até engrossar.
4- Junte a ervilha e a salsinha e cozinhe por mais 3 minutos.
5- Acrescente o creme vegetal BECEL restante e misture delicadamente. Reserve.
6- Cozinhe o macarrão conforme instruções da embalagem. Escorra e coloque em uma travessa. Aqueça o molho e coloque sobre o macarrão. Sirva em seguida.





30.9.2008
Minibolo de laranja com recheio de chocolate
Rendimento: 20 unidades
Tempo de Preparo:
55 minutos
Ingredientes
MASSA
6 colheres (sopa) de açúcar
5 colheres (sopa) de creme vegetal BECEL
3 gemas
1 xícara (chá) de ADES sabor laranja
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
3 claras em neve

RECHEIO
1 colher (sopa) de amido de milho MAIZENA®
2 xícaras (chá) de ADES sabor chocolate
5 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de creme vegetal BECEL

Para untar e enfarinhar:
creme vegetal BECEL
farinha de trigo

Para decorar:
confeito granulado

Modo de Preparo
MASSA
1- Unte e enfarinhe 20 fôrmas de pão de mel (6,5 cm de diâmetro). Reserve.
2- Preaqueça o forno em temperatura média (180°C).
3- Bata na batedeira o açúcar, o creme vegetal BECEL e as gemas até ficar homogêneo.
4- Acrescente o ADES sabor laranja aos poucos, intercalando com a farinha.
5- Retire da batedeira, junte o fermento e misture. Adicione as claras, mexendo delicadamente de baixo para cima.
6- Coloque a massa nas fôrmas reservadas e leve ao forno por 25 minutos ou até que um palito, depois de espetado na massa, saia limpo. Retire do forno e reserve.

RECHEIO
7- Em uma panela média, dissolva o amido de milho MAIZENA® no ADES sabor chocolate.
8- Junte o açúcar e o creme vegetal BECEL e leve ao fogo médio, mexendo sempre, até ferver.
9- Abaixe o fogo e cozinhe por 20 minutos, mexendo de vez em quando.

MONTAGEM
10- Retire o miolo dos bolinhos com uma colher, formando uma cavidade no centro e deixando o fundo e a lateral (1,5 cm de espessura). Reserve os bolinhos.
11- Em uma tigela, esfarele os miolos retirados dos bolinhos. Junte o brigadeiro ainda quente e misture bem.
12- Preencha a cavidade dos bolinhos com a mistura, pressionando delicadamente com as costas de uma colher.
13- Polvilhe o confeito granulado e deixe esfriar. Sirva em seguida.


30.9.2008
Mosaico de gelatina
Rendimento: 12 unidades
Tempo de Preparo:
4 horas e 30 minutos
Ingredientes
1 xícara (chá) de ADES sabor manga
3 colheres (sopa) de amido de milho MAIZENA®
3 colheres (sopa) de açúcar
2 envelopes de gelatina em pó incolor sem sabor
8 colheres (sopa) de água
1 xícara (chá) de ADES sabor uva
1 xícara (chá) de ADES sabor abacaxi
1 xícara (chá) de ADES sabor original

Para untar:
creme vegetal BECEL

Modo de Preparo
1- Em uma panela, dissolva 1 colher (sopa) de amido de milho MAIZENA® no ADES sabor manga. Junte 1 colher (sopa) de açúcar e leve ao fogo médio, mexendo sempre, até engrossar. Retire do fogo e reserve.
2- Hidrate 1 colher (chá) de gelatina em 1 colher (sopa) de água e junte ao creme quente, mexendo até dissolver e ficar homogêneo. Coloque em um refratário e deixe esfriar. Leve à geladeira por 1 hora ou até ficar firme.
3- Repita a operação com o ADES sabor uva e com o ADES sabor abacaxi.
4- Corte as gelatinas já firmes em cubos pequenos e coloque em uma tigela grande. Reserve.
5- Em uma tigela, coloque a água e hidrate a gelatina restante. Aqueça até dissolver. Junte a gelatina dissolvida com a ADES original e misture.
6- Despeje sobre os cubos de gelatina reservados, misturando delicadamente.
7- Umedeça 12 forminhas de empada pequena (7 cm de diâmetro) e distribua a gelatina. Leve a geladeira por 1 hora ou até ficar firme.
8- Desenforme com cuidado. Sirva em seguida.




.06.2008
Iscas de Frango com Folhas Verdes
Rendimento: 6 porções
Tempo de Preparo:
30 minutos
Ingredientes
1 cubo de caldo de galinha KNORR VITALIE
1 colher (sopa) de azeite de oliva
meio quilo de filé de peito frango cortado em tiras médias
meio brócolis pequeno (só buques) aferventados
meio maço de espinafre pequeno (só as folhas)
meio maço pequeno de escarola cortadas em tiras grandes
3 colheres (sopa) de castanha-do-Pará triturada grosseiramente

Modo de Preparo
1- Esfarele o cubo de caldo de galinha KNORR VITALIE. Reserve.
2- Em uma frigideira grande, aqueça o azeite em fogo médio e doure o frango. Polvilhe metade do caldo de galinha KNORR VITALIE esfarelado e misture.
3- Junte o brócolis, o espinafre e a escarola e polvilhe o restante do caldo de galinha KNORR VITALIE, misture delicadamente, abaixe o fogo, tampe a panela e cozinhe por 10 minutos ou até os vegetais ficarem macios. Junte a castanha e misture delicadamente.
4- Coloque em uma travessa. Sirva em seguida.
DICA
Ao invés de cortar as folhas de escarola, rasgue-as grosseiramente.
O peso aproximado do brócolis e do espinafre utilizado na receita é de 150 g cada. E da escarola é de 200g.

03.06.2008
Macarrão Integral com Frango, Milho e Gergelim
Rendimento: 6 porções
Tempo de Preparo:
25 minutos
Ingredientes
meio pacote de macarrão tipo espaguete integral
3 colheres (sopa) de creme vegetal BECEL azeite de oliva
meio quilo de peito de frango cortado em tiras finas
meia xícara (chá) de milho em conserva escorrido
1 cubo de caldo de galinha KNORR VITALIE
2 colheres (sopa) de gergelim

Modo de Preparo
1- Cozinhe o macarrão conforme instruções da embalagem. Escorra e reserve.
2- Em uma frigideira grande, aqueça 1 colher (sopa) de creme vegetal BECEL azeite de oliva em fogo médio e doure o frango por 5 minutos.
3- Em uma panela grande aqueça o creme vegetal BECEL azeite de oliva restante em fogo médio. Junte o frango, o milho, o macarrão e metade do gergelim.
4- Esfarele o cubo de caldo de galinha KNORR VITALIE sobre a mistura, mexendo delicadamente até ficar homogêneo.
Coloque em uma travessa e polvilhe o gergelim restante. Sirva em seguida.

03.06.2008
Rolinhos de Pescada com Molho de Agrião
Rendimento: 5 porções
Tempo de Preparo:
50 minutos
Ingredientes
meio quilo de filé de pescada
1 cubo de caldo de legumes KNORR VITALIE
meia xícara (chá) de água
meio maço pequeno de agrião (só as folhas)
1 xícara (chá) de maionese HELLMANNŽS Deleite
Para prender:
palitos de madeira
Para cobrir:
papel-alumínio

Modo de Preparo
1- Preaqueça o forno em temperatura média (180º C).
2- Em um refratário pequeno (26 x 16 cm), coloque os filés, esfarele o caldo de legumes KNORR VITALIE sobre eles, temperando dos dois lados.
3- Enrole os filés como rocambole e prenda com palito.
4- Arrume-os um ao lado do outro no refratário e coloque a água. Cubra com papel-alumínio e leve ao forno por 20 minutos ou até ficarem macios. Retire os filés com cuidado. Reserve.
5- Bata no liquidificador, o caldo do cozimento com o agrião até ficar homogêneo.
6- Coloque a mistura em uma panela e leve ao fogo médio até começar a ferver.
7- Acrescente a maionese HELLMANNŽS Deleite e misture. Cozinhe por 10 minutos ou até obter um molho encorpado. Reserve.
8- Retire os palitos dos rolinhos com cuidado. Arrume-os em uma travessa e cubra com o molho. Sirva em seguida.
DICA
Do cozimento deve sobrar aproximadamente meia xícara (chá) de caldo.




03.06.2008
Salada de Grão de Bico com Vegetais e Abacaxi
Rendimento: 6 porções
Tempo de Preparo:1 hora e 10 minutos
Ingredientes

1 xícara (chá) de grão de bico
3 xícaras (chá) de água fervente
1 couve-flor pequena (só buquês)
2 fatias médias de abacaxi cortado em cubos médios
10 vagens manteiga cortadas em três na diagonal
10 tomates-cereja cortados ao meio
1 xícara (chá) de maionese HELLMANNŽS Deleite

Modo de Preparo
1- Em uma tigela funda, coloque o grão de bico e cubra com água. Reserve por 30 minutos.
2- Em uma panela de pressão, coloque a água fervente. Escorra o grão de bico e junte-o a água da panela. Tampe a panela e cozinhe em fogo médio por 20 minutos a partir do início da pressão. Desligue e espere sair a pressão.
3- Retire o grão de bico e reserve.
4- Cozinhe a couve-flor e as vagens na água do cozimento do grão de bico até ficarem macios, sem tampar a panela. Escorra e deixe esfriar.
5- Em uma tigela, misture o grão de bico, os vegetais cozidos, o abacaxi e os tomates.
6- Acrescente a maionese HELLMANNŽS Deleite e misture delicadamente até ficar homogêneo. Sirva em seguida.
VARIAÇÃO
Se desejar, polvilhe salsinha picada na hora de servir.
DICA
Se preferir, leve a geladeira até a hora de servir.

03.06.2008
Suflê de Ameixa Preta
Rendimento: 6 porções
Tempo de Preparo:55 minutos
Ingredientes
2 xícaras (chá) de ADES original
7 colheres (sopa) de amido de milho MAIZENA®
4 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de creme vegetal BECEL
meia xícara (chá) de ameixa preta sem caroço picadas
2 claras em neve
Para untar:
creme vegetal


Modo de Preparo
1- Unte 6 refratários individuais para suflê (8 cm de diâmetro). Reserve.
2- Em uma panela média, dissolva o amido de milho MAIZENA® no ADES original. Junte o açúcar e leve ao fogo médio, mexendo sempre até engrossar.
3- Retire do fogo, acrescente o creme vegetal BECEL e a ameixa, misture até ficar homogêneo. Deixe esfriar.
4- Preaqueça o forno em temperatura média (180°C).
5- Acrescente as claras e misture delicadamente de baixo para cima.
6- Distribua a mistura nos refratários reservados.
7- Arrume-os dentro de uma assadeira grande (40 x 28 cm).
8- Leve ao forno por 25 minutos ou até dourar levemente. Sirva em seguida.
DICA
O suflê deve ser servido assim que sair do forno, pois ao entrar em contato com o ar, ele murcha rapidamente.
Para acrescentar as claras, é preciso que o creme esteja frio. Se estiver quente as claras murcham ao serem misturadas, desse modo o suflê não cresce e não fica leve.






03.06.2008
Drink de Manga, Coco e Champanhe
Rendimento: 2 porções
Tempo de Preparo:5 minutos
Ingredientes
1 xícara (chá) de ADES sabor manga gelado
meia xícara (chá) de leite de coco
meia xícara (chá) de champanhe
Para servir:
gelo picado a gosto

Modo de Preparo
1- Bata no liquidificador, o ADES sabor manga, o leite de coco e a champanhe por 3 minutos ou até fica




Quinta-feira, Abril 09, 2009
 
A ALMA NA UTI…
Uma das maiores fontes de manutenção do amor entre os humanos, a paternidade/maternidade, está na UTI.
O mais poderoso de todos os alteradores de estado de ser e crer que existe entre os humanos, a missão de mãe, está ainda presente em um remanescente fiel, mas a árvore está cortada até a cepa.
A velhice virou 3ª idade, sem reverência e sem carinho.
A infância se tornou um show e um desfile de aquisições, de um lado, ou de mendicância, de outro.
A adolescência acontece nas câmaras virtuais, subjetivas, ausentes, autistas, em pânico energético.
A juventude se perdeu na imaturidade sem tempo pra acabar, visto que a bobagem se tornou o projeto da existência.
A vida adulta está perdida entre a inveja adolescente da juventude etária, e o pânico da inevitável 3ª idade — medo decorrente da culpa em razão de como tratam os pais envelhecidos.
E pensar que um dia João disse:
"Pais, eu escrevo para vocês porque vocês conhecem a Deus desde o principio.
Jovens, eu escrevi a vocês porque vocês são fortes, porque o amor de Deus permanece em vocês, e porque vocês têm vencido o maligno.
Filhinhos, o amor de Deus está em vocês".
Infinitamente pior do que assistir à morte do Planeta é ver todos os dias a morte do homem pela morte do amor.

Caio Fábio






Quarta-feira, Janeiro 21, 2009
 
MUITO BOM MESMO!!!!!

O VALOR DE UMA DONA DE CASA


Um homem chegou em casa, após o trabalho, e encontrou seus três filhos

brincando do lado de fora, ainda vestindo pijamas.

Estavam sujos de terra, cercados por embalagens vazias de comida

entregue em casa.

A porta do carro da sua esposa estava aberta.

A porta da frente da casa também.

O cachorro estava sumido, não veio recebê-lo.

Enquanto ele entrava em casa, achava mais e mais bagunça.

A lâmpada da sala estava queimada, o tapete estava enrolado e

encostado na parede.

Na sala de estar, a televisão ligada berros num desenho animado

qualquer, e o chão estava atulhado de brinquedos e roupas espalhadas.

Na cozinha, a pia estava transbordando de pratos; ainda havia café da

manhã na mesa, a geladeira estava aberta, tinha comida de cachorro no

chão e até um copo quebrado em cima do balcão.

Sem contar que tinha um montinho de areia perto da porta.

Assustado, ele subiu correndo as escadas, desviando dos brinquedos

espalhados e de peças de roupa suja.

'Será que a minha mulher passou mal?' ele pensou.

'Será que alguma coisa grave aconteceu?'

Daí ele viu um fio de água correndo pelo chão, vindo do banheiro.

Lá ele encontrou mais brinquedos no chão, toalhas ensopadas,sabonete

líquido espalhado por toda parte e muito papel higiênico na pia.

A pasta de dente tinha sido usada e deixada aberta e a banheira

transbordando água e espuma.

Finalmente, ao entrar no quarto de casal, ele encontrou sua mulher

ainda de pijama, na cama, deitada e lendo uma revista.

Ele olhou para ela completamente confuso, e perguntou: Que diabos

aconteceu aqui em casa?

Por que toda essa bagunça?

Ela sorriu e disse:

- Todo dia, quando você chega do trabalho, me pergunta:



'- Afinal de contas, o que você fez o dia inteiro dentro de casa?'
-'Bem... Hoje eu não fiz nada, FOFO !!!!






Quarta-feira, Outubro 01, 2008
 




 
Zero à direitaa)



Se você se lembrar de já ter lido esta mensagem alguma vez, parabéns à sua memória! Ela já foi divulgada uma vez aqui no Boa Semana há pouco mais de seis anos, mas desde então temos muitos leitores novos, e para os antigos um reforço talvez seja útil.



“Agregar valor” é a palavra de ordem que hoje domina o ambiente empresarial. Significa aquilo que você faz para poder convencer seu cliente a comprar seu produto por um preço mais alto. O fino da arte disso consiste em tornar algo comercialmente aceitável, ou melhor ainda, desejável, mesmo que em si não valha nada. Isto pode ser verdadeiro e benéfico (p. ex. a transformação de um pelote de barro num vaso) ou pura empulhação. Nesse caso é uma perversão da honrada profissão de marqueteiro, responsável pela conotação pejorativa que esse termo às vezes tem.



Zero é o valor daquilo que não vale nada.



O que determina o valor das coisas? Se você trabalha em marketing, saberá responder. Caso contrário, vamos ver se entendemos considerando algumas perguntas:



- Quanto vale, digamos, um moderno submarino? Não sei, mas provavelmente vários milhões de dólares.

- Outra: Quanto vale esse submarino estacionado num aeroporto? Pois é. Como agregar valor a essa preciosidade que não vale nada, para que realmente valha algo? Obviamente, transportando-a para o devido lugar – o mar.

- Mais uma: Quanto vale você? Toda a sua pessoa? Muito, não é? Mais que qualquer coisa. Com certeza mais que o submarino, que também vale muito. No entanto, no aeroporto ele não passa de um trambolho. Para valer algo, não basta tudo o que ele é: ele também precisa estar na posição certa.



“Os ímpios são como a palha que o vento leva.” ¹
“ [Os ímpios] são como um sonho que se vai quando acordamos.” ²



Ou seja: “Os ímpios”, diz a Bíblia, não valem nada. Esses “ímpios” não são necessariamente gente malvada, pervertida. Simplesmente são pessoas que não levam Deus em conta. E nessa postura a pessoa (com todo o seu valor como ser humano) é como um submarino no aeroporto, e seu valor é zero.



Eu sei que isso soa agressivo, mas alguma vez você já não teve essa impressão de não valer nada? Ou de a vida não valer a pena? Se não teve, então por que todo esse esforço de agregar valor à sua pessoa? Buscando ocupar posições mais favoráveis, como se fosse um número migrando da coluna das unidades para a das dezenas ou centenas? Cuidado: você corre o risco de não passar de um zero à esquerda com isso.



É que o problema não é de estrutura, mas de posição. E a solução não é mexer no zero, mas colocar o grande UM, que é Deus, à esquerda dele, na coluna de maior valor. Junto com ele, como zero à direita, você passa a fazer parte de um grande DEZ. É verdade que o valor real vem todo de Deus, mas com você ali ele ficará visível e você tem parte nesse valor.



Agregue valor à sua vida convidando Deus a ocupar o lugar que lhe cabe nela.



“[Deus nos escolheu] a fim de que sejamos [algo] para o louvor da sua glória” ³



Referências da Bíblia: ¹ Salmo 1.4; ² Salmo 73.20; ³ Efésios 1.7-12, extrato [com explicações]



Para conversar com estes dois zeros à direita aqui, utilize os endereços herrera.md@terra.com.br ou korber@uol.com.br. Para conversar com o Grande Um que dá valor aos zeros, não há necessidade de endereço: Ele sempre está presente e ouve. É só falar com Ele.





--------------------------------------------------------------------------------

a) Fonte da idéia: Mensagem de Ernst Kraft, Igreja Batista Alemã de S. Paulo, 9 de junho de 2002.






 
MULHER QUE LÊ


Um casal sai de férias para um hotel-fazenda.
O homem gosta de pescar e a mulher gosta de ler.
Uma manhã, o marido volta de horas pescando e resolve tirar uma soneca.
Apesar de não conhecer bem o lago, a mulher decide pegar o barco do marido e ler no lago.
Ela navega um pouco, ancora, e continua lendo seu livro.
Chega um guardião do parque em seu barco, pára ao lado da mulher e fala:
- Bom dia, madame. O que está fazendo?
- Lendo um livro - responde, pensando: será que não é óbvio?
- A senhora está em uma área restrita em que a pesca é proibida, informa.
- Sinto muito, tenente, mas não estou pescando, estou lendo.
- Sim, mas com todo o equipamento de pesca. Pelo que sei a senhora pode começar a qualquer momento. Se não sair daí imediatamente, terei de multá-la e processá-la.
- Se o senhor fizer isso, terei que acusá-lo de assédio sexual.
- Mas eu nem sequer a toquei! - diz o guardião.
- É verdade, mas o senhor tem todo o equipamento. Pelo que sei, pode começar a qualquer momento.
- Tenha um bom dia, madame- diz ele, e vai embora.


Moral da história:
'Nunca discuta com uma mulher que lê. Certamente ela pensa'.






Sexta-feira, Setembro 19, 2008
 
Para o Ricardo e todos os meus irmãos e amigos do Instituto Haggai (Havaí).

Meu amor e saudações a todos os meus queridos amigos em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, protetor de minha vida e família da morte.

Aqui é Raj, seu amigo da Índia, pedindo sua gentil oração pela minha família e pelas igrejas no distrito de Kandhamal(Phulbani), Estado de Orissa.

Para informá-los, houve um terrível ataque às igrejas de nosso distrito. Quase todos os vilarejos cristãos foram destruídos, demolidos e queimados. Isso começou no dia 24 de agosto de 2008 e continua de mal a pior. Mais de 100 cristãos mortos, entre eles cerca de 30 pastores, foram mortos de forma brutal ou queimados vivos. Ninguém sabe quantos estão desaparecidos. Os corpos dos mortos estão espalhados nas florestas, montes e vilarejos distantes. Não há ninguém lá para enterrar os mortos. Pessoas são mortas na frente de seus familiares, esposas e filhos. Meninas são raptadas por gangues e queimadas vivas. Não tenho palavras para expressar a agonia e a dor das pessoas. Muitos livros poderiam ser escritos sobre a tristeza de seus corações partidos. Quase todas as igrejas foram arruinadas, demolidas e queimadas. Todos os vilarejos e casas cristãs estão completamente destruídos, suas propriedades foram saqueadas e todos os veículos, queimados. Milhares e milhares de pessoas pobres e inocentes, junto com suas crianças e velhos, correram para salvar suas vidas nas florestas e colinas, e mesmo ali suas vidas não estão seguras. Eles continuam sendo caçados pelos fanáticos hindus.

O toque de recolher vem desde 24 de Agosto de 2008. Sem transportes, sem mercados, parece que todo o distrito está parado e morto.

O último culto que realizei com os crentes de minha igreja foi no domingo do dia 24. No dia 25, recebi notícias de que atacariam a mim e à minha família, e destruiriam minha casa. Para salvar minha vida e a de minha família, deixei minha casa às 5:30 da manhã apenas com a roupa do corpo. Eu, minha esposa e meu filho de 10 anos nos abrigamos e escondemos com um amigo não-cristão. O terror estava por toda a parte em nossa pequena cidade. Com muita aflição e medo, nos abrigamos naquela casa. Assim que a noite caiu, ouvimos o som de pessoas da oposição correndo de lá para cá, gritando “matem todos os cristãos.” Seu objetivo era matar todos os líderes e pastores.

Às 12:45 da noite, recebi uma ligação de um irmão. Eles marcharam contra o prédio do meu escritório e, sem perder tempo, arrasaram minha casa com uma bomba. Confiscaram tudo e queimaram o resto das coisas, meu carro e todas as bicicletas. Então avançaram para a casa em que eu estava escondido e arrombaram a porta para pegar e matar nossa família. Graças a Deus, o dono da casa tomou uma atitude corajosa para me proteger, acabou agredido brutalmente.

Na manhã seguinte, com muito medo, eu, minha esposa Purnima e meu filho Comfort corremos para a floresta para nos salvar. Minha esposa é diabética. Eu os levei para a floresta, sem sabermos para onde estávamos indo. Um pastor e sua família nos encontraram naquela floresta. Permanecemos um dia inteiro ali e, ao anoitecer, andamos mais 10km mata adentro para ficarmos a salvo. Por quase cinco dias, o Senhor, com sua mão poderosa, nos protegeu naquela floresta. As pessoas de um vilarejo cristão próximo ficaram sabendo a nosso respeito e vieram nos ajudar trazendo comida. Ficamos sabendo que a floresta também não era nada segura. Com muito cuidado, chegamos ao acampamento de ajuda. Em cada um, de 5 a 6 mil pessoas. Não havia comida nem água, só doenças por toda a parte, crianças pequenas e muitos idosos já mortos. Foi um milagre dois motoristas não-cristãos de bom coração chegarem de 60km de distância com meu primo e nos salvarem da morte.

Em cinco minutos, pela manhã, às 7:45, eles nos atravessaram pelo campo dos opositores que queriam minha vida. Por sua graça e mão poderosa, Ele nos salvou. Graças ao seu santo nome, chegamos a um estado vizinho. Não sei o que fazer, peço sua gentil oração por minha família e também que todos vocês sustentem nosso povo e nossas igrejas em suas orações. As pessoas perderam sua esperança, não há apoio do governo, o terror está por toda a parte. Minha oração e confiança são que somente Deus, por sua graça, pode controlar a situação de morte e agonia.

Algum de vocês pode enviar meu pedido de oração ao Dr. Dhanaraj e ao Sr. Mandoza em Maui Haggai? Por favor, informem nossa condição a todo o povo de Deus para oração. Se puderem, por favor me escrevam. Obrigado, meus amigos. Essa é a realidade, dizia o irmão Mandoza, antes de deixarmos Maui (Havaí).


Não sei em que condições se acham sua vida e ministério, mas amo muito, oro e tenho saudades de todos vocês. Muito obrigado por seu amor e amizade por mim no Havaí. Que Deus abençoe todos vocês. Seu irmão


Pastor Raj.

RK DIGAL,INDIA.





Domingo, Julho 20, 2008
 
O inesperado que já sabemos.

Sim, meu pai faleceu no dia 17 de julho de 2008, alguns dias antes de completar 83 anos. Quem o conheceu não dava esta idade, por isso acredito que ele tinha 60 anos, os 23 a mais são as coisas velhas que ficaram para trás.
No sábado, como fazia todos os dias, ele passou em casa para saber quais as novidades. Ele morava com a atual esposa, Jozelita, ha poucas quadras de nossa casa. Quando nos visitava sempre trazia algo, ou pão doce, ou bolo, ou frutas. Nem sempre tínhamos o que contar, mas era um tempo precioso.
E neste último sábado ele estava muito preocupado com uma celebração na igreja. Disse que nem viria no dia seguinte porque precisava limpar a igreja para receber os convidados. Embora exausto, quis limpar, temperar a carne e outras coisas típicas de Pedro Bizerra.
No domingo, esta festa continuou, mas alguns notaram nele o cansaço. Sem dizer nada a ninguém, ele começou a sentir dores no peito, mas não sabendo identificar, foi suportando até o final do culto. Na igreja, foi a cozinha e tomou um copo de açúcar com água. Minha irmã Esther estranhou.
Chegou em casa pediu Buscopan, e a Zelita achou estranho. Então, ele mesmo ligou para seu filho Eliseu, e foram para o hospital.
Como chegaram no hospital, com ele sendo carregado, no pronto socorro iniciaram os procedimentos de emergência. Os médicos não acreditavam porque sua saúde era perfeita, mas as dores e alguns exames constavam um forte infarto.
Refizeram os exames, e o resultado foi o mesmo. Então os médicos não viram alternativas a não ser deixá-lo em observação constante, na UTI.
Ele estava bem. Todos os filhos que o visitavam tinham uma história engraçada para contar. Um dia porque 5 estagiárias evangélicas foram dar banho e cuidar dele. Foi mesmo, cuidado de Deus para o alegrar e ter com quem compartilhar sua fé. No dia seguinte, ele cochilou, esqueceu que estava no hospital, ouviu o telefone tocar, ninguém atendeu. A principio, ele pensou: Vou deixar a Zé atender. Mas depois ficou com dó, e resolveu ele mesmo se levantar. Foi quando percebeu a repuxada dos tensores fixados em seu peito, e como a cama era alta, ele caiu, desatando os aparelhos que mediam sua pressão, ou os que estavam postos para que fossem injetados os medicamentos.
Depois ele comentou todo orgulhoso que conversou muito com o médico, por um bom tempo. Entendeu que precisava fazer o exame de cateterismo.
Quando um dos pastores foi visitá-lo, ele só falou dos planos sobre as festas e as melhorias na igreja. Precisava sair até quinta, para faze a abertura da Escola Bíblica de Férias, que estava sendo organizada por sua filha Esther e toda a equipe de líderes e professores da Escola Bíblica Dominical.
No dia seguinte, demorou muito para sair do hospital Cruzeiro do Sul, foi de ambulância para o Hospital da Beneficência Portuguesa. Ele ficou aflito, mas na ambulância estava de bom humor novamente. Estava brincando. Conversador e contador de “causos” como sempre.
Nos momentos que antecederam o exame ele ficou ansioso, a pressão aumentou, e foi preciso controlar isso. Ao iniciar o exame ele teve um, dois, três infartos, e os médicos conseguiram o trazer de volta. Algumas artérias estavam muito obstruídas. No quarto infarto ele não suportou e partiu.
Era 13:20h, eu liguei para o meu irmão Eliseu que estava com meu pai, e ele me disse que a situação não era boa. Minhas irmãs em casa, estavam em oração.
Eu peguei um táxi, pois o hospital era próximo da empresa que trabalho, e fui para o hospital. O taxista até queria conversar, mas meus pensamentos estavam com as nuvens.
O celular tocou, minha irmã Edna avisou que ele não tinha resistido. A principio pensei: Ah ele não conseguiu fazer o exame, mas vai voltar para Osasco. Precisei dizer a mim mesma que ele tinha falecido. Era a notícia que não queria pasar. Há poucos minutos atrás eu disse a mim e a Deus, que não queria passar uma nota de falecimento de meu pai.
Consegui avisar por torpedo algumas pessoas. Segui no táxi perdida em meus pensamentos. Na verdade, foi um momento onde não consegui pensar.
Não percebi quando cheguei ao hospital. Foi o taxista que me avisou. Ele me deixou na porta do hospital, e fui procurar meu irmão.
Tratamos dos papéis para liberação do corpo. Já seguimos para um cartório, para fazer a certidão de óbito. O Eliseu chegou no cartório, e não se lembrava do nome dos irmãos. Eu estava esperando no necrotério, e pedi para minhas irmãs Edna e Noemia, ajudarem meu irmão com aquele documento. Elas se perderam, eu fui atrás delas e me perdi também, após andar muito, encontramos nosso irmão. Nós não conseguíamos ler o documento. Tudo estava sem sentido. Alguns telefonemas de pessoas queridas, nos traziam de volta a realidade. E a jovem que digitou a certidão avisava, confiram bem as informações. Tentamos, as 5 pessoas liam, e só pela graça de Deus conseguimos encerrar aquele processo.
É muito interessante esta experiência, parece que você não está no seu corpo, porém, precisa de todos os sentidos e recursos para fazer o que deve ser feito. Fizemos o documento, as cópias, e voltamos para o necrotério. Foi lento este momento, e nem o trânsito de São Paulo conseguiu ser mais alto do que a sensação da perda. Fiquei um pouco com meu pai ali naquela mortalha, e depois sai da sala para me sentar. E novamente, ficar sem pensar.
Meu pai sempre fazia isso, ajudava as pessoas a resolver as questões burocráticas, ele entendia o quanto as pessoas ficam absortas nesta situação. Tivemos também o auxilio de nosso primo Neno, e de nosso amigo Rubinho, para ir aos lugares certos com as documentações certas. Decidimos que seria velado na Igreja Evangélica do jardim Santo Antônio, igreja que ele pastoreava por cerca de 15 anos, na Rua João de Andrade, 377. Se puder, um dia vá visitar e ver como ficou bonita esta igreja. Eu desejei isso porque foi nesta igreja que ele realizou o sonho de iniciar a construção de uma igreja e concluí-la com os melhores acabamentos. A igreja ficou pequena, mas é um encanto. Salas para a educação infantil, local que serve tanto para festas, como para reuniões, e até para garagem. É lógico que, não fossem os irmãos desta igreja e os amigos que meu pai conquistou ao longo desta jornada, não teriam o dinheiro e o trabalho suficientes para concluir a obra. As pessoas doaram, investiram, porque sabiam que havia responsabilidade na administração disso.
Meu pai, ia para a igreja de ônibus, porque não via necessidade de gastar com gasolina, pois como aposentado não pagava a passagem. Mas ele tinha o carro, e usava quando a esposa seguiria para o culto no mesmo horário. Porque ele sempre ia mais cedo para acompanhar os ensaios. Era um grande motivador dos maestros, principalmente da banda, pois ele sempre tocou, e estimulava todos da igreja a participar. Eram bandas com crianças de 7 anos, e idosos acima de 60, muitos jovens também. Penso que a motivação para as pessoas era acreditar que se um senhor com aqueles “cabelinhos branquinhos” conseguia fazer, elas também poderiam.
No velório havia muita gente. Irmãos da igreja que ficaram a noite toda com a família, amigos, vizinhos nossos, familiares ... Foi anunciado numa rádio, e apareceu um pastor de uma outra denominação, e testemunhou que foi meu pai que falou para ele de Jesus em 1954. Não conseguimos avisar muitas pessoas.
Fizemos o culto, e saímos para o cemitério bem próximo. A maioria foi caminhando. Foi uma linda passeata. A rua ficou interditada pois eram muitos que a atravessavam. Não demorou muito para seguir o sepultamento.
O povo cantava os hinos da harpa que ele gostava. Foram mais de 10 coroas, lindas.
Pude agradecer a muitos que ali compareceram e demonstraram a importância do meu pai na vida deles.
É muito bom ter sido criada por alguém que fez diferença na vida de tantas pessoas. E que nos educou nos princípios da palavra de Deus. Após a maioridade, pudemos fazer nossa opção em prosseguir ou deixar esta fé. E até mesmo a opção de servir na igreja em que ele pastoreava, ou servir onde entendíamos o chamado de Deus para nossa vida.
Também foi bom demais ter amigos ali comigo, para conversar, para que eu pudesse falar o que estava no meu coração naquele momento, para que eu pudesse encontrar forças fora de mim mesma. A presença do amigo, o telefonema, saber que pessoas oram por nós faz toda diferença. É uma paz sendo derramada a cada gesto. Eu sei que as pessoas não sabem o que falar, mas nós também nem temos noção de como responder, e às vezes nem respondemos. Mas, tudo vai acontecendo da maneira mais natural possível, e se falhamos em algo, o amor pode nos ajudar a corrigir.
Digo hoje que meu pai vai me abraçar cada vez que um de meus irmãos ou sobrinhos me abraçarem, porque o sangue do meu pai corre neles. E meu pai vai me abraçar por aqueles que creem no mesmo Cristo que ele decidiu servir até a morte.
Para os amigos que não tem a experiência de ter um pai que é salvo em Cristo Jesus, e que tem a certeza da vida eterna, digo que você ore para que isso aconteça. A vida com Cristo nos dá uma paz interior que não dá para explicar com palavras. Se você não consegue falar de Jesus para seus pais, ore para que alguém faça, para que Deus coloque alguém na vida deles que fale, na “língua deles” a respeito de Jesus Cristo tão presente em nossas vidas, através do Espírito Santo de Deus.
Nós temos uma irmã que não consegue entender isso, até porque alguns problemas mentais a impedem de entender as coisas como nós entendemos. Ela não consegue ter paz em seus pensamentos. É triste vê-la sofrer tanto, poderíamos até nos sentir culpados por não sofrer do mesmo jeito. Mas, não temos a necessidade de sofrer. Sabemos que meu pai tem a vida eterna. Foi inesperada a separação, mas todos sabemos que vamos passar por isso. O corpo dele, não é mais dele, é da terra. Mas, a vida dele em parte está com Deus, em parte está em nós, na influência do jeito dele ser em nossas vidas.
Louvado seja Deus por ter-me feito nascer filha do meu pai Pedro Inácio Bizerra. Em suas limitações, teimosia, firmeza, ele sempre deixou transparecer a verdade. O Cristo morreu a morte de cruz, as veias obstruídas de meu pai, estavam em forma de cruz.
Nós planejávamos fazer uma surpresa para ele no dia 28 de julho, seu aniversário de 83 anos. Ele é que nos surpreendeu e descansou.









Quarta-feira, Junho 25, 2008
 
PICLES




INGREDIENTES:

2 cenouras
1/2 couve-flor
2 pepinos
2 pimentões vermelhos
1 cebola grande
5 dentes de alho
Orégano a gosto
3 colheres de sopa cheias de sal
1 colher de sopa cheia de açúcar
750ml de vinagre de álcool
1,5l de água fervida e fria
MODO DE PREPARO:
Lave bem 5 vidros grandes e deixe-os sobre um pano com as bocas viradas para baixo.

Corte a cenoura em tiras, a couve-flor em buquês e o pepino em pedaços não muito pequenos. Corte a cebola em rodelas e o pimentão em tiras. Descasque os dentes de alho, deixando-os inteiros.

À parte, misture o vinagre com a água, o sal e o açúcar. Arrume tudo nos vidros, com um pouco de orégano em cada um. Complete bem com o líquido preparado. Coloque os vidros em panela forrada com pano ou grade de metal. Coloque água na panela até atingir a metade dos vidros e coloque as tampas, sem rosquear. Deixe ferver por 10 minutos. Feche os vidros e coloque mais água fervente na panela até que cubra totalmente os vidros. Ferva por 40 minutos.

Retire a panela do fogo, coloque inclinada na pia e deixe escorrer água fria dentro dela, mas não diretamente nos vidros, para resfriá-los, até ficarem mornos.

Etiquete com as datas de fabricação e de validade.

Dicas:
Os picles conservam-se por até 1 ano. Use-os somente após 15 dias da data de fabricação.

************************************************


GUACAMOLE

INGREDIENTES:

100 g de abacate
20 g de tomate picado
20 g de cebola picada
Suco de 1/2 limão
1 colher de sopa de coentro picado
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Doritos

MODO DE PREPARO:
Amasse o abacate com um garfo. Acrescente os demais ingredientes. Misture bem. Sirva acompanhado de biscoito ou torradinhas salgadas.
Rendimento : 1 porção
CULINÁRIA MEXICANA






Segunda-feira, Junho 09, 2008
 




 
3 Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo; 4 Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor; 5 E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade, 6 Para louvor e glória da sua graça, pela qual nos fez agradáveis a si no Amado, 7 Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça, 8 Que ele fez abundar para conosco em toda a sabedoria e prudência; 9 Descobrindo-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que propusera em si mesmo,
Efésios 1


Queridas,
Nesta semana comemora-se o Dia dos Namorados.
Entendo que esta pode ser uma semana difícil. Muitos comerciais mostrando casais se abraçando, beijos, presentes, flores, etc. E mais um ano, você deve estar pensando, estou só, estou sem aquela pessoa que gostaria tanto que estivessem ao meu lado, aquela pessoa de quem estas homenagens, tão boas e preciosas, fariam realmente sentido.
Não quero fazer aqui, apologia da solidão, ou do positivismo. Quero apenas lembrar que temos muito mais do que pensamos. E que podemos amar muito mais do que imaginamos.
Foi derramado sobre nossas vidas um amor incomparável, e por vezes o trocamos por qualquer outro amor... Mas, não deixe que seja assim. Cuide-se! Ame-se! Comece por você este amor. Seja irrepreensível em amor. Seja agradável a si no Amado.
Compre uma flor e deixe-a num lugar privilegiado. Vá a um bom restaurante, ou se dê uma refeição bem saudável. Exercite-se, não se deixe vencer pelo cansaço.
Faça coisas boas para as pessoas, seja amável.
Sorria, lembrando-se das coisas boas que irão acontecer quando você menos esperar. Porque hoje, você vai viver o hoje com toda intensidade de sua vida.
Se não encontrar motivos para fazer estas coisas, saiba que Cristo é maravilhoso. Ele pode falar ao Teu coração coisas grandes e insondáveis que você não imagina.
O Senhor é bom, creia nisto. Ele pode derramar uma unção de paz e de consolo sobre a sua vida, que você vai chorar de emoção, não porque chegou o namorado com flores, mas porque você ama incondicionalmente alguém que já te amou primeiro.
A minha oração-desejo por você, é que você veja Cristo, e sinta o consolador que Ele enviou para você. Receba esta verdade em seu coração. E ore como o apóstolo Paulo, um solteiro abençoador que mesmo sem ter um amor, escreveu um dos mais belos poemas de amor (Leia I Coríntios 13).
Eu espero ter oferecido a você um novo foco para celebrar o dia dos namorados sem traumas e sem angústia. E tenho certeza que amigas e amigos maravilhosos serão usados por Deus para te alegrar por toda esta semana.

Um Abraço.
Eliene de Jesus







Terça-feira, Maio 13, 2008
 


REFAÇA A SUA AGENDA
Augusto Cury – do livro Revolucione sua qualidade de vida


Não temos consciência de que o tempo conspira contra a vida. O tempo passa tão rápido. Num instante somos jovens, e no outro, idosos. Pelo fato de não sabermos quando findará nosso ultimo suspiro existencial, devemos procurar viver com intensidade cada minuto de nossas vidas.

Revolucione sua qualidade de vida, aprenda a superar o cárcere da emoção e a falar o alfabeto mágico do amor. Você tem se esforçado para aprender esse alfabeto? O amor irriga a existência com sentido. Sem amor, a vida se transforma num canteiro de tédio.

Você nunca sabe o que acontecerá no dia de amanha. O ideal não é esperar grandes mudanças para produzir grandes atitudes. Hoje você tem seus filhos, sua esposa, seu marido, seus pais, seus amigos e colegas de trabalho. Eles são um grande tesouro. Mas será que você tem explorado esse tesouro? Será que você não os enterrou no solo de suas preocupações, no terreno da sua ansiedade?

Saia para o labirinto e refaça a sua agenda. Saia para amar, conquistar novos caminhos, abrir novos horizontes, ser líder de seu próprio mundo. Faça do ambiente de trabalho um lugar aprazível, criativo e solidário. Quem trabalha angustiado rouba energia excessivamente do cérebro, vive fatigado. Quem trabalha com prazer renova suas forças, abre as janelas da sua mente e brilha na sua inteligência.

Se você tem filhos, abrace-os, curta-os, brinque com eles, pois de que adianta dar-lhes o mundo se o que mais precisam é de você mesmo? Quando errar ou tiver atitudes exageradas com eles, peça desculpas sem medo. Ensine-os a reconhecer as fragilidades deles reconhecendo as suas. Conte-lhes suas alegrias e seus mementos difíceis. Saia com eles não apenas para passear, mas principalmente para descobrí-los. Há pais que vivem por décadas com seus filhos e não os conhecem. Os pais que são amigos dos filhos são ricos, mesmo que não possuam fortunas.

Se você tem pais vivos, penetre na história deles, beba da sua sabedoria, beije-os e usufrua de seu convívio o máximo que puder. Tenha tempo para eles como eles tiveram com você. Eles geraram sua vida, cuidaram de você e devem ser amados e honrados. Compreenda seus defeitos e as atitudes deles que lhe feriram. Perdoe-os, ame-os, procure-os.

Se você é casado, penetre no mundo de seu cônjuge, fale de seu amor por ele, tenha gestos surpreendentes para alegrá-lo. Chore junto. Compartilhe seus sonhos. Traga flores em dias inesperados. Faça elogios por pequenos comportamentos. O amor se irriga todos os dias no território da emoção. Sem cultivá-lo, a falência de uma relação, por mais excelente que seja, é quase inevitável.

A vida sem amigos é um céu sem andorinhas. Se não os tem, cultive-os. Se os tem, marque encontros com eles, procure saber como estão, compartilhe experiências. Cuidado! A vida estressante do mundo moderno tem nos roubado o melhor do nosso tempo. Planeje ver seus amigos com mais frequência e recrie bons momentos. Não seja vítima da solidão. Não se isole em casa, não se feche no mundo da Internet. Um bom amigo vale mais do que uma grande fortuna e pode ser mais útil do que um bom psicoterapeuta.

A vida é um espetáculo de raríssima beleza. Contudo, só a aprecia quem é capaz de escrever os principais capítulos da sua vida nos momentos mais difíceis da sua história.

Tenha coragem para romper as algemas do medo e caminhar pelo labirinto. Percorra territórios nunca antes explorados. Se as oportunidades não surgirem, crie-as. Faca da sua vida uma poesia e uma grande aventura. Corrija as suas rotas, mas nunca desista das suas metas e nem daquilo que você mais ama.

Se você nunca desistir, sua vida será diferente. Você deixará de ser controlado pelos seus problemas e se tornará o autor da sua própria história...









Quinta-feira, Maio 08, 2008
 
Frases que vc nunca vai ouvir de um homem.

1. Já que eu estou em pé, quer alguma coisa?

2. Você parece triste. Quer conversar?

3. Por que a gente não vai no shopping e você escolhe alguns sapatos novos?

4. Acho que precisamos discutir nossa relação

5. Sexo não é importante. Vamos ficar apenas conversando

6. Antonio Banderas e Brad Pitt? A gente precisa ver esse filme!

7. Quer ajuda para escolher os sapatos?

8. Você está com dor de cabeça? Deixa que eu pego um remédio para você e faço uma massagem para relaxar

9. Eu não sei o caminho. Vamos parar e perguntar

10. Eu seguro sua bolsa enquanto você experimenta outra roupa

11. Esse vestido ficou bom, mas por que você não experimenta mais alguns?

12. Aquela mulher tem os seios muito grandes

13. Você cortou o cabelo?

14. Esta noite quero lhe dar tudo o que você merece. Vamos ao restaurante mais caro da cidade

15. Deixa que eu lavo a louça. Hoje é domingo e você merece descansar

16. Querida, telefone para você. É o seu melhor amigo

17. Eu acho a Sabrina Sato tão artificial

18. Prefiro ficar com você. Só vou ao bar se você for

19. Você vai marcar horário para fazer as unhas? Veja se tem um para mim também, por favor

20. Já coloquei a roupa suja na máquina

21. O seu sapato não está combinando com a sua bolsa

22. Não compre na primeira loja, vamos andar mais um pouco para você escolher melhor

23. Acho que a empregada deixou poeira em cima da geladeira

24. Vou reclamar com o vizinho dessa história de a mulher dele ficar só de calcinha na janela

25. Amor, por que você não está enroscando os seus pés nos meus hoje?

fonte: Terra






Home | Visite outros bloggers meus:

:: RECEITA PARA SOLTEIRO ::

:: Oração ::

:: JEAME ::

Arquivos anteriores Escreva para: Eliene de Jesus Bizerra (libi@globo.com)

Powered By Blogger TM

  right lapel